Sou estrangeiro, moro em Portugal e quero trabalhar: E agora?

June 12, 2023

Resumo

Estudar em Portugal oferece aos estudantes estrangeiros a oportunidade de trabalhar e ganhar experiência profissional. Ao cumprir as regulamentações de trabalho e obrigações legais, os estudantes podem procurar oportunidades de emprego, acordar os termos contratuais e lidar com questões financeiras e fiscais. Encontrar um equilíbrio entre trabalho e estudo é essencial para aproveitar ao máximo essa experiência enriquecedora como estudante trabalhador em Portugal.

Para além de uma educação de qualidade, estudar em Portugal oferece aos estudantes estrangeiros a oportunidade de trabalhar e adquirir experiência profissional. Se és um estudante que pretende trabalhar para um empregador durante a tua estadia no país, este guia, baseado nas informações do site Nacionalidade Portuguesa, irá fornecer informações essenciais sobre como encontrar e envolveres-te em atividades remuneradas, bem como lidar com questões financeiras relacionadas.

1. Verificar as regulamentações de trabalho:

Antes de começares a procurar emprego em Portugal, é importante familiarizares-te com as regulamentações de trabalho aplicáveis aos estudantes estrangeiros. Verifica as políticas e restrições impostas pelo teu visto de estudante e consulta o departamento de assuntos estudantis ou a secretaria da tua universidade para obteres orientações claras sobre as oportunidades de trabalho disponíveis.

2. Pesquisar oportunidades de emprego:

Existem várias formas de procurar emprego em Portugal como estudante estrangeiro. Começa por consultar a bolsa de empregos da tua universidade, participar em feiras de emprego ou explorar sites de emprego online que listam oportunidades para estudantes. Além disso, redes sociais profissionais como o LinkedIn também podem ser úteis para te conectares com empregadores em potencial.

3. Cumprir as obrigações legais:

Antes de começares qualquer atividade remunerada, certifica-te de que estás em conformidade com as obrigações legais em Portugal. Isso inclui obteres um número de identificação fiscal (NIF) e registares-te junto às Finanças. Verifica também se o teu contrato de trabalho é adequado e legal, garantindo que estejas protegido pelos direitos laborais e benefícios correspondentes.

4. Acordar os termos do contrato:

Ao aceitares um emprego, é essencial compreenderes completamente os termos e condições do contrato de trabalho. Certifica-te de discutir detalhes como horário de trabalho, remuneração, benefícios e quaisquer outros aspectos relevantes. Se necessário, consulta um advogado especializado em direito do trabalho para garantir que os teus direitos sejam respeitados.

5. Questões financeiras e impostos:

Como trabalhador, estarás sujeito a obrigações fiscais em Portugal. Certifica-te de obteres um número de identificação fiscal e cumprir as obrigações fiscais estabelecidas pelas Finanças. Verifica se estás devidamente registado e em dia com as contribuições para a Segurança Social, que podem ser deduzidas diretamente do teu salário.

6. Equilibrar estudo e trabalho:

É importante recordares-te que, como estudante, o teu foco principal deve ser nos estudos. Certifica-te de encontrar um equilíbrio saudável entre o trabalho e os compromissos académicos. Comunica de forma clara e aberta com o teu empregador para garantir que as expectativas estejam alinhadas e que possas cumprir com sucesso todas as tuas responsabilidades.

Trabalhar em atividades remuneradas enquanto estudas em Portugal pode ser uma experiência enriquecedora para estudantes estrangeiros. Ao pesquisares oportunidades de emprego, cumprires as obrigações legais e financeiras e encontrares um equilíbrio entre trabalho e estudo, estarás a aproveitar ao máximo a tua estadia no país. Lembra-te sempre de procurar orientação adequada, seja junto ao departamento de assuntos estudantis da tua universidade ou com profissionais especializados em direito do trabalho e finanças.
Com determinação e planejamento adequado, poderás desfrutar de uma experiência gratificante como estudante trabalhador em Portugal.

#jovens_independentes
Assina a nossa petição
Inscreve-te na Unilinkr
Inscrição Estudantes

Movimento #jovens_independentes

A legislação atual cria fortes desincentivos que impedem muitos jovens de arranjarem trabalhos pontuais / part-times.  
Criamos uma petição para **mudar** esta situação.